EDUCAçãO DE TRâNSITO

 Uma ação educativa foi realizada na noite de quinta-feira (14) pela equipe de Educação e Agentes de Trânsito da Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito) com o apoio da Guarda Municipal. A “Ação Bafômetro” aconteceu em alguns bares de Cascavel, com o objetivo de conscientizar a população dos riscos de álcool e direção, principalmente nesta época do ano, em que o consumo de bebidas alcóolicas é muito maior. Durante a educativa, foi utilizado o bafômetro descartável, o qual indica se há álcool no organismo. Fábio Gafuri que estava no local e participou da ação, disse ter ingerido apenas dois copos de bebida alcóolica, apresentando no bafômetro entre 0,5 e 0,33 mg e ainda complementou, “não devemos nos preocupar apenas com o valor da infração, mas sim na família e nos demais que estão na via, sejam eles condutores ou pedestres”. Fábio ainda aprovou o trabalho da Cettrans e apoia que mais ações como esta sejam realizadas com mais frequência. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 0,5 mg a 0,33 mg o condutor terá a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa por doze meses e receberá uma multa no valor de R$ 2.934,00. Já a partir de 0,34 mg é considerado crime de trânsito, onde o condutor flagrado será encaminhado para a delegacia e irá responder a um processo administrativo. O Presidente da Cettrans, Alsir Pelissaro expõe que "não há problema em beber, mas devemos nos conscientizar que não podemos conduzir um veículo após ingerir bebida alcoólica. Hoje temos o táxi, Uber, ou o amigo da vez, que pode nos levar com segurança para casa. O mais importante é a preservação da vida e a humanização do trânsito”. O mesmo objetivo foi abordado na ação educativa que foi realizada ainda na manhã de quinta-feira (14), na Av. Brasil com a Rua Presidente Bernardes, com a equipe de Educação e Agentes de trânsito. Durante a educativa foram distribuídos materiais reforçando a vida no trânsito. As atividades educativas estão ocorrendo frequentemente em Cascavel, mas ainda necessita da conscientização dos usuários da via, lembrando que os veículos maiores são responsáveis pela segurança dos menores, e todos, devem zelar pela segurança do pedestre. 
Data publicação: 18.12.2017
 Na manhã de hoje (29) a Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito) realizou mais uma ação educativa, desta vez na Rua Jacarezinho, voltada para a segurança, respeito e principalmente ao combate ao excesso de velocidade, motivo que preocupa os moradores da região, uma vez que o trânsito de pedestres é intenso. A equipe de Educação e Agentes de Trânsito orientou condutores que passaram pelo local e flagrou vários sem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), outros com falta do uso do cinto de segurança e crianças sem o uso do dispositivo de segurança (cadeirinha). “A falta do dispositivo de segurança para as crianças as coloca em risco no trânsito, sendo que pais ou responsáveis devem proceder à utilização correta quanto à idade e peso do pequeno”, explica a coordenadora de Educação para o Trânsito, Luciane de Moura, citando que durante esta ação educativa constatou-se que crianças menores de um ano de idade estavam sendo transportadas no banco da frente, no colo e, ainda, sem o uso do cinto de segurança, o que é fator preocupante. O trabalho voltado à educação e à conscientização dos condutores e pedestres quanto ao comportamento no trânsito, de forma que esses percebam a necessidade de adotar conduta mais segura e passem a contribuir para a redução dos acidentes e mortes é permanente na Companhia. “Temos percebido uma mudança no comportamento dos usuários do trânsito, mas ainda há mortes e acidentes em nossa cidade. Assim fica claro que muito ainda tem-se a fazer. Precisa-se de mais conscientização com relação ao compartilhamento de espaço na via pública e que a pessoa compreenda que todos têm direito de transitar com segurança e que posso cuidar da minha vida e da vida do outro no trânsito”, avalia o presidente da Cettrans, Alsir Pelissaro.
Data publicação: 29.11.2017