Procedimentos para Embarque e Desembarque de pessoas com deficiência

Considerando as tratativas entre Cettrans e a Promotoria de Proteção da Pessoa com Deficiência, em 27/06/2014 as empresas concessionárias do transporte coletivo urbano no Município de Cascavel, foram oficializadas acerca dos procedimentos a serem utilizados para embarque e desembarque de pessoas com deficiência física nos veículos do sistema, conforme segue:

 
1) De posse do cartão gratuidade, o usuário/beneficiário deverá adentrar pela porta dianteira dos veículos do transporte coletivo, apresentá-lo ao cobrador e/ou motorista, passar o cartão junto ao validador, e aguardar a liberação da passagem, transpondo normalmente a catraca;
 
2) Nos casos em que o usuário deficiente físico, estiver impossibilitado de realizar a transposição da catraca, ou nos terminais de transbordo, por condições adversas, impossibilitado de embarcar pelas portas traseiras, este poderá adentrar pela porta dianteira, e quando da proximidade de seu respectivo desembarque, apresentar o cartão ao cobrador e/ou motorista, passando-o pelo validador e posteriormente girar a catraca, descendo pela porta dianteira do veículo;
 
3) Em sendo o deficiente físico “cadeirante”, ou outra condição física que o impeça de adentrar pela porta dianteira e transpor a catraca, fica facultado ao mesmo adentrar pela porta traseira do veículo, entretanto deverá apresentar seu cartão gratuidade ao cobrador/motorista, para que seja procedido o registro informatizado da utilização do sistema. Solicitamos especial atenção de vossos colaboradores, no sentido de auxiliarem este usuário, não diferente aos demais casos e/ou categorias;
 
4) Caso o usuário/beneficiário tenha direito a acompanhante, o procedimento acima mencionado poderá ser realizado por este, fazendo-se o registro dos dois usuários (beneficiário e   acompanhante);
 
5) Em havendo quaisquer problemas em relação ao uso do cartão gratuidade e transposição de catraca, deverá o cobrador/motorista relatar o fato em documento próprio, para conhecimento e providências por parte da Empresa Operadora, ValeSim, ou Cettrans.