Transporte Escolar

Prestado por empresas individuais e coletivas, por profissionais autônomos ou pelos próprios estabelecimentos de ensino, o Transporte Escolar do Município de Cascavel é gerenciado e fiscalizado pela CETTRANS. São de sua responsabilidade o cadastramento dos permissionários e condutores de veículos, assim como a fiscalização do cumprimento das normas regulamentares pertinentes ao serviço.

Fique atento a estas recomendações quando utilizar o serviço de Transporte Escolar:

- Peça referências à escola e a outros pais que utilizam o transporte.
- Converse com as crianças sobre o comportamento do motorista no trânsito e dentro do veículo, sobre a existência de excesso de passageiros no veículo e sobre o uso do cinto de segurança.
- Solicite à criança que utilize sempre o cinto de segurança, pois você a ama muito e quer revê-la com saúde.
- Verifique se a empresa de Transporte Escolar escolhida é credenciada pela CETTRANS. O veículo credenciado pela CETTRANS deve possuir o número da sua permissão afixado nas duas portas laterais dianteiras e na parte traseira do veículo.
- Verifique, periodicamente, o Selo de Vistoria da CETTRANS no Veículo. Semestralmente, todos os veículos do Transporte Escolar de Cascavel devem passar por uma vistoria. Quando aptos a realizar o Transporte Escolar, recebem um adesivo “VISTORIADO - CETTRANS - ANO - SEMESTRE”, que é afixado no canto superior do pára-brisa dianteiro do veículo.
- Verifique o seguro contratado pelo motorista. Além do DPVAT (Seguro Obrigatório pago com o Licenciamento do veículo), todos os veículos que realizam o Transporte Escolar em Cascavel devem ter seguro com cobertura de danos físicos para terceiros, passageiros ou não (Lei Municipal nº. 2.789/98, de 20 de maio de 1998).
- Observe o veículo a ser utilizado no transporte, quanto às condições gerais de manutenção, higiene e conservação e estado dos pneus.
- O Contrato é a garantia entre as partes. Exija e verifique atentamente o contrato de prestação de serviços. Verifique qual é a forma de pagamento, quantidade e vencimento das parcelas, multa e procedimentos para os casos de rescisão de contrato. Verifique também se o serviço prestado fora dos meses ou dias normais (recuperação, aulas de reforço) está incluído no preço contratado. Quando houver a baldeação do aluno (troca de veículo no percurso casa-escola ou escola-casa) deverá constar cláusula onde o pai ou responsável autorize a baldeação. Após assinatura, exija sua via do contrato.
- Fique atento aos seus direitos e deveres. Por exemplo, se a criança faltar à aula, não haverá desconto no preço, pois o transporte estava a sua disposição. Por outro lado, o motorista contratado é obrigado a prestar o serviço, mesmo em caso de pane do veículo autorizado.
- Caso a escola tenha convênio com algum motorista, é direito dos pais optar por contratá-lo ou não.


Contato:
Telefone: (45) 3036-8044
e-mail: taxiescolar@cettrans.com.br